domingo, 6 de janeiro de 2008

Ornitologismos ou Só Não É Bom

Criar pássaros é algo muito curioso. Você aprende, por exemplo, que "à noitinha" significa cinco da tarde, e que depois de oito da noite é madrugada. E, é claro, como comigo não podia ser diferente, convive de perto com gente esquisita. Esses são pacote completo: têm jargão próprio, esquema de clubinho, adoram muros e expressões intransponíveis e, com o perdão da expressão, te deixar uma arara. Isso é de quando comecei a criação.


-Oi, boa tarde. eu adquiri um casal de amazona aestiva com vocês, há alguns meses atrás, e estou interessada em adquirir mais um casal. Meu viveiro é bem grande e eu queria saber: posso colocar dois casais juntos?

-Não é bom.

-Não? Por quê?

-Não é nada bom.

-Oook. o.o

Não é preciso ser um gênio pra saber que dali não sai mais nada. Ligo pra outro.

-Opa, tudo bom? Me diz uma coisa: porque não devo ter dois casais de aestiva juntos?

-Porque eles se agrupam em bandos.

-E isso é ruim?

-Não é bom, não.

-Tá, beleza, brigada.




-Oi, tudo bom? Me diz, por que não devo deixar que papagaios se agrupem em bandos?

-Porque eles adquirem comportamento de colônia.

-E como é esse comportamento de colônia?

-Não é bom.

-...




-Oi, boa tarde. Por que não se deve deixar papagaios formarem colônias?

-Porque eles falam muito quando estão em colônia.

-Só por isso?

-Só, por quê?

-Não, por nada. Ah, aproveitando, será que eu posso pôr aestiva com amazonica? Ah, não, deixa pra lá, você já ajudou dema...

-Pode.

-Sério?? Pode?

-Pode, sim.

-\o/

-Pode... só não é bom.

3 comentários:

gonuts disse...

opa! que bom que você passou pelo meu rincão online! espero que tenha gostado, apesar de odiar ser bastante plausível!

ah, só pra deixar claro, não sou nenhum tarado (que trabalha com agricultura e mora no afeganistão) assediando garotas supostamente solteiras em seus blogs...

bom, pensando melhor, acho que isso nem passou pela sua cabeça!

Lucia disse...

HahahHAHAHhahahahHAHAHA!! Que ótimo (e irritante ao mesmo tempo) isso! Mas diz uma coisa... você cria avestruzes também? Porque quando vier me visitar (e já adianto que você VEM sim!), vai poder conhecer a fazenda de avestruzes do nosso 'digníssimo' prefeito... te levo pra um tour! =D

Imagine você que nunca gostei muito 'desse sujeito'. E em julho passado, voltando daquela viagem que fiz à China, cansada, p*ta da vida com o Gee (o egípcio), querendo ver minha casa, minha família e meus amigos, meu cachorro, falar português de novo depois de passar uns dias do ooooooooutro lado do mundo, quem eu vejo sentado bem do meu lado no avião que vinha de Belo Horizonte pra Ipatinga? Ele mesmo, a última pessoa que eu esperava ver, com um chapéu enorme no colo, terno amassado e livro de salmos na mão. Aberto. As turbulências sacodindo o avião, fazendo as luzes piscarem de vez em quando, e o homem lá, grudadíssimo nos salmos e na cadeira, simultaneamente. Ainda não decidi se foi uma boa piada ou uma tragédia mal-encenada... E eu, com tanta saudade de falar português, deixei passar aquela 'preciosíssima' oportunidade...!

Enfim, o sujeito é cômico, mas das avestruzes acho que você vai gostar...! =)

Beeijo

Anônimo disse...

breakfast flame prater demographic ownership well graduate levin morrison fueu sensation
lolikneri havaqatsu

Contato

paula.groff@gmail.com

Fuça aew, lesk