domingo, 6 de abril de 2008

Put your hand on the heat

Acontece que eu tô insatisfeita PRA CARALHO com o layout (?), template(?), VISUAL (!!) desse blog. Me sinto quase como numa armadilha por ter me metido nessa história de Carlota Polar. Me sinto, hm, presa. Por um lado, me cai bem. Por outro, é um pouco chato todo mundo me chamando de Carlota, mesmo depois que esclareço meu "verdadeiro" nome (É PAULA!! ME CHAMEM DE PAULA!!). Tem a vantagem, desde que fiz as pazes com o sitemeter, em receber ao menos 4 ou 5 visitantes por semana procurando "carlotas polares", "como entender as carlotas polares", "quem são as carlotas polares", e... e... "Carlota em GRANDE FODA!"??

Enfim.

Eu gosto das coisas nas suas devidas carnes. E se eu quisesse fazer um troço temático com dignidade, mesmo, pra um blog chamado Carlota Polar, iria pras cores frias. Azul, cinza, branco, o pólo norte lifestyle, porra. Seria o óbvio necessário. Um aspecto geleira, quem sabe com um urso polar ao fundo. Até uns pingüinzinhos cabiam. Quem sabe um iceberg derretendo assim que você entra, uns flocos de neve pipocando na tela e um mid de She's So Cold. Estou brincando. Mas o que quero dizer é que era preciso um certo aspecto gélido. Só que eu gosto é de verde, todo mundo já tá enjoado de saber. Minha maneira de burlar isso foi usar o verde-petrolhão, o mais frio e sério dos verdes, com uma dose de cinza e branco e esses toques estranhos de azul, que não combinam de todo, mas que eu acho que dá charminho. É, até certo ponto eu gosto do jeito que tá. Mas sinto falta de cores, tons, equilíbrio.

E sim, eu sei que Irmão Caminhoneiro Shell que se preza enxerga em 16 cores, mas eu gosto PRA CARALHO do jeito das cores no expressionismo, por exemplo. Eu gosto é de um Macke, de um Marc, de um Gauguin, de uma Vasthi Schelmm, e essa última é alguém que vocês REALMENTE precisam ver o trabalho. Não só é soberbo, como ela mora aqui em Búzios e tem um restaurante atelier de frente pro mar que é puro bom gosto. Ela sabe equilibrar os amarelos e azuis com uma elegância fabulosa, em tons charmosos.

Tô sentindo falta de cor.

Mas e aí, o que que eu faço? Deixo minha mulher biba sair do armário e coloro isso aqui à minha maneira, ou deixo como está?

Estou pedindo ajuda, alô-ou.

Quem puder me dar uma luz, fico grata. No msn, por scrap ou nos comentários, dicas serão super bem-vindas. Obrigada.



No mais, PAREM DE PROCURAR AB STRETCH POR AQUI!!
"AB Scratch" - não, não arranha.
"Ab Screech" - puxa, foi catar essa palavras lá nas cucuias, hein? Não, ele normalmente é bem silencioso. Passa um óleo e depois me diz se melhorou.
"AB Stretch resolve" - não, não resolve, filha, ele não é nada comunista e quem faz a ginástica é VOCÊ.

O que há com essas pessoas? Não é tão difícil assim. Eu fico até meio boba de ter acertado a grafia de primeira quando fiz aquele post, heh. Vou escrever um post "Polichopp", pra ver se me traz alguns idiotas também.

5 comentários:

Daniel Bastos disse...

Cada vez que você escreve algo como "ab screech" no post, fica mais achável no Google, ou seja, agora as visitas vão se multiplicar. Rá!

Rafael Formiga disse...

A dica é usar as cores da moda, em tons pastéis.

disse...

Paula, as cores não conferem. Acho que tu és daltônica.

Rita Kramer disse...

HAHAHAHA

Depois que mudei um pouco o layout do Distraídos e ficou bem mais menininha e/ou gay, não sei se sou a mais indicada para opinar em cores, tons, mudanças.
De modo que eu digo que gosto do que está escrito aqui. Não me importa se em fundo branco, preto, arco-íris.

Beigos, melamo.

Lúcia disse...

Hahahaha!!, ai 'Carlota', você sempre me fazendo rir...!

É incrivelmente assustadora a quantidade e a qualidade dos termos e palavras que trazem as pessoas ao nosso blog! Mas sabe que até hoje eu não fui capaz de compreender as 'carlotas polares'?! Como são temperamentais!! Será que seu blog poderia me ajudar?!!

Quanto ao verde-petrolhão (juro que nunca tinha ouvido esse nome!, invenção sua?), sou outra que gosta de verde, e não sei por que motivo alguém acharia que esta cor não combina com os tons do mar ártico ou antártico... Mas se quer mudar, muda!! Pode até ficar gay. MUITO gay. Mas o que é que alguém tem a ver, afinal, com suas opções estético-sexuais?!! Por mim, pode até colocar um rosa-calcinha-suja e jogar com tons de verde-dor-de-barriga, serás eternamente perdoada!

Nossa, pena que não tem nada da Vasthi Schelmm na net... por que você não sugere a ela que crie uma página ou poste os trabalhos em algum site, até mesmo pra ajudar na divulgação das pinturas e do restaurante-atelier? Fiquei aqui curiosíssima.....

Sobre os feeds: não sei qual pode ser o problema... Mas o blogspot andou mudando umas configurações aí, de forma que eu não consigo mais usar esse template que eu criei, antigo, diga-se de passagem, em nenhuma outra página... ou é isso ou eu é que sou uma completa ignorante em termos de internet e deixei de fazer alguma mudança ou baixar algum software pra esse tipo de coisa... Vou tentar ver aqui nas minhas configurações.

Beijos!

Contato

paula.groff@gmail.com

Fuça aew, lesk