segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Inquietação

A sensação de destacamento, de não pertencer àqui, sutilmente é sobreposta pela sensação de não ser de lugar nenhum.

Serão meus primeiros sinais de conformismo? De desistência das fugas geográficas, que embora o nome denote covardia, são das coisas mais ousadas que um ser humano pode empreender?

Quero estar num lugar onde estaria entre iguais, mas temo que nunca estarei. É a Thérèse de Mauriac, a Bartolina de J. P. Jacobsen, é a vaga inquietação, a constante busca. Nos prendem num globo e nos dizem que temos que voltar pra casa, sendo que a casa é nenhum lugar nesse globo. Eu ainda tenho sorte, vim pra cá com outra, mas estamos ambas tão deslocadas que só servimos para atestar a sanidade uma da outra. Somos uma nação sem nome, sem pátria, sem correspondente na realidade e embebida em utopias dos rastros que outros que nos antecederam deixaram, bolhas de ar e brilhos de estrelas mortas.

Nos pinçamos. Somos a nação em que não podemos sequer nos chamar de nós, de tão distantes e escassos que somos.

O que não nos torna melhores.

Não nos conformamos que não exista uma casa a menos que nós a criemos. Eu, você quem sabe que está lendo isso (há de haver um motivo para estar lendo isso!), e o rapaz que tirou uma foto minha à noite, debruçada sobre o Canal Avon.

E quando escrevo é na intenção de ambientar onde nunca estive. O lar que, talvez, contrariando tudo o que diz pra que eu procure, que eu continue procurando esse lugar que, se existenos meus sonhos, há de estar em algum lugar, talvez nunca tenha estado ao meu alcance. E tudo o que me resta é decrevê-lo, e mostrá-lo um a um, perguntando, "é este?". Como a um retrato falado, só que, ao invés de procurar a uma pessoa para levá-la de volta à aonde veio, eu sou a pessoa desaparecida, e o que faço é descrever daonde eu era, pra ver se alguém sabe o endereço.


P.S.: Ganhei um passeio de veleiro enquanto escrevia esse texto.

Um comentário:

Marcelo disse...

Paula! Valeu mesmo pelo recado no blog. Continuo em Barcelona e continuo remando. =D Serás sempre bem vinda. Agora tenho mais um blog para acompanhar.

Beijo grande

Contato

paula.groff@gmail.com

Fuça aew, lesk