segunda-feira, 9 de março de 2009

Considerações resignadas.

E hoje já é dia 9 (Da arte de dizer o óbvio) e eu não tenho ingresso pro Keane, nem perspectiva de conseguir comprar. Nem de chegar ao local. Todos os meus amigos acham que é uma boyband/viadagem da minha parte, e necas de carona. Puta que pariu, viu.

Ah, e a passagem aumentou. Agora que eu preciso fazer o trajeto toda semana Rio X Búzios, a passagem pulou pra quase 30 conto, e não tem mais o desconto de 20% comprando mais de uma. Só ir e voltar já é quase o preço do ingresso. Vou começar a bater nas casas pedindo dinheiro pra gincana, como eu fazia toda vez que errava no cálculo e ia parar numa cidade aleatória com o dinheiro de ida, mas não o da volta. Anos de misantropia escapista me deixaram escolada, mas naquela época eu não trabalhava, nem tinha vergonha na cara.

Bah. Que se exploda o Keane.

Nenhum comentário:

Contato

paula.groff@gmail.com

Fuça aew, lesk