domingo, 13 de setembro de 2009

A Strange Arrangement Of Colors

Eu entendo essa sua necessidade de se encher de poesia, de pô-la em cada esquina, em cada olhada, em cada nota de lista de compras. Eu já fui assim, já me ensopei até os ossos dela. Já me embriaguei, e aprendi a ser contida com ela. Eu já hoje acho que a poesia tem que surpreender. Acho, sim, que ela tem que te pegar em cada cantinho que você vá, mas que ela seja matreira. Que te engane com as palavras simples com as quais você se dirige ao padeiro, ao açougueiro, à caixa. E de repente, ela brilha. Ela está lá, como uma esperteza no fim do túnel, que te pega de surpresa e passa uma rasteira na sua normalidade. Gotas, gotas de poesia. Não precisa se encharcar dela. Se você gosta de poesia, dê-me-a em gotas. Me oferte a sua melhor essência, me reduza à poucas gotas toda a explosão do pensamento de um só dia, que para os que o passam pensando, é um grande dia. Pegue essa enormidade condensada e faça chover, mas pouco, menos do que quero. Me deixe com sede.

3 comentários:

J. Caribé disse...

Como disse Renato Russo, "são as pequenas coisas que valem mais".
Abração.

linhas de fuga disse...

gostei do - se você gosta de poesia, dê-me a em gotas - e do desejo de ter sem necessidade de saciar-se de uma só vez. é um modo de viver interessante perceber o mundo não pela necessidade de alcançar o que se quer , mas de sempre saber que tem algo a alcançar.

オテモヤン disse...

オナニー
逆援助
SEX
フェラチオ
ソープ
逆援助
出張ホスト
手コキ
おっぱい
フェラチオ
中出し
セックス
デリヘル
包茎
逆援
性欲

Contato

paula.groff@gmail.com

Fuça aew, lesk