domingo, 22 de janeiro de 2012

Saindo de Mim


Existem várias músicas, frases, livros inteiros, pra quem foi largado, e essa pessoa é boa, injustiçada e infeliz por conta de outra, esta sendo, obviamente, o oposto disso, por lógica simples e emocional. Mas e se não for bem assim? E se duas pessoas decentes estiverem rompendo, como fica a que rompeu? Então ela não sofre? Porra nenhuma, sofre sim. A falta de escolha é morbidamente cruel pros dois lados, a frustração não é unilateral. E se os dois lados saem escaldados, e se os dois lados passam a ter mais medo de se machucar? Às vezes só dizer as derradeiras palavras não quer mesmo dizer que você é a parte menos ferida do negócio.

Não sou a ultimate filha da puta nem a vítima indefesa. Ainda assim, tem letra de música pra tudo neste mundo, mas não tem letra de música pra mim.

Nenhum comentário:

Contato

paula.groff@gmail.com

Fuça aew, lesk